Arquivo da tag: Windows

Limpar e desativar cache do DNS no Windows, Linux e Mac

Como dar flush dns no Windows

abre o “Prompt de comando” (iniciar / executar / cmd -> enter) e depois digite:

ipconfig /flushdns

Você pode dar o comando ipconfig /displaydns para visualizar o conteúdo cacheado de DNS

Para desativar o cache de DNS no Windows, faça:

(iniciar / executar / regedit -> enter) e no registro em: HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\CurrentControlSet\Services\Dnscache\Parameters .. trocar o valor de MaxCache de 86400 para 1…

E trocar o cache negativo para 0. Pronto, sem cache! A modificação só vai ser válida depois que reiniciar o Windows.

Desativando cache de DNS no Linux:

net stop dnscache

ou

sc servername stop dnscache

e para renovar o DNS no Linux:

# /etc/rc.d/init.d/nscd restart

Renovando o cache de DNS no MAC:

só dar um lookupd -flushcache
bash-2.05a$ lookupd -flushcache

Tela azul – Unmountable Boot Volume no Windows XP

Se ao iniciar o seu Windows XP aparece o erro “Unmountable Boot Volume” com a famosa tela azul, vou relatar aqui o porque disso acontecer, e lógico, a solução.

Isso acontece quando o arquivo de boot / inicialização do seu Windows (boot.ini) foi corrompido por algum programa ou até mesmo por defeito no seu HD. Mas não precisa se desesperar, a solução é simples na maioria dos casos.

De o boot com um CD do Windows XP (original óbvio), e quando o mesmo tiver iniciando com a tela de boas-vindas, pressione a tecla R, que você será enviado para uma tela de prompt e digitará os seguintes comandos:

chkdsk /r

depois de corrigidos os erros no seu HD, digite:

fixboot

.. depois de digitar o comando acima, preciona Y para confirmar a ação.

Agora digite exit para sair e reinciar o seu computador.

Pronto, problema solucionado sem a necessidade de formatar o computador, como sugere muitos “ninjas” por ae. É aconselhavel você rodar o chdisk novamente após a solução, para ter certeza que está tudo normalizado.

E claro, use pelo seu próprio risco, já que como diz nosso amigo Murphy: “Nada esta tão ruim que não possa piorar.”